Blog da área de Ciência das Religiões (Grupo Lusófona)
.posts recentes

. Diplomatas de Israel proc...

. Papa Bento XVI resigna, d...

. Manuscritos destruídos sã...

. Opus Dei proíbe 79 livros...

. Ramo português da Igreja ...

. Ortodoxos russos e católi...

. Arqueólogos acreditam ter...

. Proibição da circuncisão ...

. Mulher atacada por ultra-...

. Calendário ecuménico Cele...

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.Google Analytics
Quarta-feira, 24 de Março de 2010
Espaço multi-religioso vai fazer parte de novos hospitais

Os novos hospitais e as unidades que vierem a ser remodeladas vão ter um espaço de culto multi-religioso, à semelhança do projectado para o Hospital S. João, no Porto, assumiu esta terça-feira o Ministério da Saúde.

 

De acordo com a agência lusa, a garantia foi dada pelo secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, numa reunião, em Lisboa, com o Grupo de Trabalho Inter-Religioso (GTIRSaúde), constituído em Dezembro para acompanhar a aplicação da nova lei da assistência hospitalar e religiosa nos hospitais.

Na declaração final da reunião, enviada à agência Lusa, o GTIRSaúde refere que Óscar Gaspar considerou o Lugar de Culto Multi-Religioso do Hospital S. João «um projecto inspirador que satisfaz o que eram os objectivos» do novo decreto-lei sobre a assistência espiritual e religiosa hospitalar.

«Há o compromisso do Ministério da Saúde de incorporar um espaço com este perfil nos novos hospitais e naqueles que conhecerão remodelações proximamente», disse o secretário de Estado aos membros do grupo de trabalho.

Segundo a declaração, Óscar Gaspar garantiu ainda que o seu ministério «quer criar condições para resolver as questões relativas ao acesso dos doentes à assistência espiritual e religiosa, qualquer que ela seja, porque reconhece a importância deste factor na prestação de cuidados».

«É convicção unânime que o diálogo entre as diversas famílias de crentes é uma das causas prioritárias na construção da sociedade portuguesa. Pensamos que o caminho que vem sendo trilhado no âmbito da assistência espiritual e religiosa hospitalar está a resultar numa experiência frutuosa, se mais não fora, pelo alcance de pedagogia sociocultural de que se reveste», realça o GTIRSaúde.

O Hospital S. João, Porto, deverá iniciar ainda este ano a construção do primeiro Lugar de Culto Multi-Religioso do país, com sete oratórios para diferentes tradições religiosas, disse hoje à agência Lusa o capelão da unidade.

O coordenador nacional das capelanias hospitalares e capelão do Hospital S. João, padre José Nuno, referiu que a criação daquele espaço vem na sequência do novo decreto-lei que regulamenta a assistência espiritual e religiosa hospitalar e poderá funcionar como um «referencial» para o que se venha a fazer noutras unidades de saúde.

O Lugar de Culto Multi-Religioso do Hospital S. João, com cerca de 300 metros quadrados, foi projectado pelo arquitecto Bernardo Abrunhosa de Brito para o novo piso que será construído no corpo central da unidade, devendo estar pronto em 2011.

 

Fonte: Diário IOL

publicado por Re-ligare às 09:58
link do post | comentar | favorito
|
.Google Analytics
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds