Blog da área de Ciência das Religiões (Grupo Lusófona)
.posts recentes

. Diplomatas de Israel proc...

. Papa Bento XVI resigna, d...

. Manuscritos destruídos sã...

. Opus Dei proíbe 79 livros...

. Ramo português da Igreja ...

. Ortodoxos russos e católi...

. Arqueólogos acreditam ter...

. Proibição da circuncisão ...

. Mulher atacada por ultra-...

. Calendário ecuménico Cele...

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.Google Analytics
Sábado, 27 de Março de 2010
Investigadores da Universidade de Évora descobrem pinturas rupestres numa gruta do Alentejo
Uma equipa da Licenciatura e do Mestrado de Arqueologia da Universidade de Évora (UE) descobriu um conjunto de pinturas rupestres numa gruta situada sob o altar de uma Igreja na vila de Alegrete, no concelho de Portalegre. "Do ponto de vista patrimonial (igreja, gruta e pinturas rupestres) é de uma importância extrema este achado", disse hoje à Lusa Jorge Oliveira, professor responsável pelos trabalhos de arqueologia da UE.
As pinturas têm mais de cinco mil anos e pertencem ao período do Neolítico e Calcolítico (DR)

 

"Este achado é importante porque traz consigo uma memória de cinco mil anos de história e de devoção naquele espaço", sublinhou. O acesso à gruta, onde foram descobertas as pinturas rupestres esquemáticas de cor avermelhada, faz-se através de uma pequena porta oculta sob o altar da Ermida de Nossa Senhora da Lapa, espaço de culto erguido nos campos circundantes à vila de Alegrete.

De acordo com Jorge Oliveira, as pinturas rupestres, com mais de cinco mil anos, pertencem ao período do Neolítico e Calcolítico.

Ainda que parcialmente cobertas por cal, estas pinturas revelam, segundo os especialistas, uma continuada sacralização do espaço, ao qual está associada uma antiquíssima lenda relacionada com um cavaleiro medieval.

"As pessoas visitam aquele espaço todos os anos, principalmente quando se realiza a romaria em honra de Nossa Senhora da Lapa, mas a comunidade não sabia bem o que ia visitar, nem tinha conhecimento daquelas pinturas", relatou.

Jorge Oliveira, que considera aquela ermida construída entre os séculos XVI e XVII de "elevado interesse religioso", apelidou também de "elevado interesse etnográfico" o culto desenvolvido pelos populares em redor de uma lenda relacionada com um cavaleiro medieval.

A equipa da Licenciatura e do Mestrado de Arqueologia da UE vai iniciar, na segunda-feira, os primeiros trabalhos de estudo daquele sítio histórico, no âmbito de um protocolo estabelecido entre a Junta de Freguesia de Alegrete e a universidade.

Numa primeira fase, além da elaboração do levantamento topográfico do local proceder-se-á à fotografia e decalque das pinturas já visíveis e a prospecções arqueológicas na área envolvente da ermida.

A continuação dos trabalhos está prevista para o próximo Verão, prevendo-se a limpeza da cal que cobre grande parte das pinturas. "Vai ser complicado trabalhar naquele espaço pela ausência de luz e a cal que cobre algumas das pinturas também não vai facilitar o nosso trabalho", disse.

A equipa de trabalho da UE está ainda a equacionar a possibilidade de sondagens arqueológicas no interior da gruta.

Os trabalhos arqueológicos foram recentemente aprovados pelo Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) e autorizados pela Diocese de Portalegre e Castelo Branco, que tutela aquela ermida.

"A gruta tem um potencial arqueológico interessante que nos vai possibilitar uma escavação que nos poderá levar à identificação de que tipo de vivencias ou depósitos arqueológicos é que estão no chão desta gruta", concluiu.

 

Retirado do Público on-line de 26 Março 2010.

publicado por Re-ligare às 09:42
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Março de 2010
Muro com 23 mil anos descoberto na Grécia

Um grupo de paleontólogos gregos descobriu um muro de pedra de 23 mil anos - o mais antigo do país - numa gruta de Tessália, centro do país, informou o Ministério da Cultura.

A idade do muro, provavelmente um dos mais antigos do mundo, foi estabelecida através de um processo de detecção por luminescência óptica.

 
foto Ministério da Cultura da Grécia/AFP
Muro com 23 mil anos descoberto na Grécia
Muro é, provavelmente, um dos mais antigos do mundo
 

"A datação corresponde ao período mais frio da última época glacial, o que indica que foi construído pelos habitantes paleolíticos da gruta para se proteger do frio", afirma o comunicado do ministério.

O muro cobre dois terços da entrada da gruta, um lugar os paleontologistas escavam há 25 anos. A gruta está localizada nos arredores de Kalambaka e perto dos meteoritos sobre os quais se encontram os célebres mosteiros de Meteora.

 

 

Fonte: Jornal de Noticias Online.

sofia s.

publicado por Re-ligare às 10:09
link do post | comentar | favorito
Última ceia de Cristo mais recheada ao longo dos anos

A quantidade de comida nos quadros da Última Ceia tem vindo a aumentar ao longo dos anos. A última refeição de Cristo cresceu entre 23 e 69 por cento neste milénio, segundo um estudo da Universidade de Cornell publicado esta terça-feira na revista «Internaciontal Journal of Obesity», especializada em obesidade.

 

De acordo com a agência Lusa, através de análise de computador, os investigadores compararam 52 pinturas que retratam a última ceia de Jesus Cristo com os discípulos e concluíram que o conteúdo do prato principal cresceu 69 por cento, o tamanho do prato 66 por cento e o pão tornou-se maior numa proporção de 23 por cento entre os anos 1000 e 2000.

A pesquisa realizada demonstra ainda que vários alimentos foram acrescentados à refeição abençoada. Na Bíblia, apenas o pão e o vinho são mencionados nas passagens referentes à Última Ceia, no entanto, nas representações actuais surgem vários alimentos, como «taças de fruta ou bolo de cenoura», revelou Brian Wansik, um dos responsáveis pela pesquisa, em declarações à agência AP.

Também peixe, enguia, cordeiro e até porco foram acrescentados à ementa de Cristo.

 

Fonte: Diário IOL

 

sofia s.

publicado por Re-ligare às 09:59
link do post | comentar | favorito
Espaço multi-religioso vai fazer parte de novos hospitais

Os novos hospitais e as unidades que vierem a ser remodeladas vão ter um espaço de culto multi-religioso, à semelhança do projectado para o Hospital S. João, no Porto, assumiu esta terça-feira o Ministério da Saúde.

 

De acordo com a agência lusa, a garantia foi dada pelo secretário de Estado da Saúde, Óscar Gaspar, numa reunião, em Lisboa, com o Grupo de Trabalho Inter-Religioso (GTIRSaúde), constituído em Dezembro para acompanhar a aplicação da nova lei da assistência hospitalar e religiosa nos hospitais.

Na declaração final da reunião, enviada à agência Lusa, o GTIRSaúde refere que Óscar Gaspar considerou o Lugar de Culto Multi-Religioso do Hospital S. João «um projecto inspirador que satisfaz o que eram os objectivos» do novo decreto-lei sobre a assistência espiritual e religiosa hospitalar.

«Há o compromisso do Ministério da Saúde de incorporar um espaço com este perfil nos novos hospitais e naqueles que conhecerão remodelações proximamente», disse o secretário de Estado aos membros do grupo de trabalho.

Segundo a declaração, Óscar Gaspar garantiu ainda que o seu ministério «quer criar condições para resolver as questões relativas ao acesso dos doentes à assistência espiritual e religiosa, qualquer que ela seja, porque reconhece a importância deste factor na prestação de cuidados».

«É convicção unânime que o diálogo entre as diversas famílias de crentes é uma das causas prioritárias na construção da sociedade portuguesa. Pensamos que o caminho que vem sendo trilhado no âmbito da assistência espiritual e religiosa hospitalar está a resultar numa experiência frutuosa, se mais não fora, pelo alcance de pedagogia sociocultural de que se reveste», realça o GTIRSaúde.

O Hospital S. João, Porto, deverá iniciar ainda este ano a construção do primeiro Lugar de Culto Multi-Religioso do país, com sete oratórios para diferentes tradições religiosas, disse hoje à agência Lusa o capelão da unidade.

O coordenador nacional das capelanias hospitalares e capelão do Hospital S. João, padre José Nuno, referiu que a criação daquele espaço vem na sequência do novo decreto-lei que regulamenta a assistência espiritual e religiosa hospitalar e poderá funcionar como um «referencial» para o que se venha a fazer noutras unidades de saúde.

O Lugar de Culto Multi-Religioso do Hospital S. João, com cerca de 300 metros quadrados, foi projectado pelo arquitecto Bernardo Abrunhosa de Brito para o novo piso que será construído no corpo central da unidade, devendo estar pronto em 2011.

 

Fonte: Diário IOL

publicado por Re-ligare às 09:58
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Março de 2010
Mais um ataque grotesco a cristãos no Paquistão

Mais um ataque grotesco a cristãos no Paquistão.

 

Um homem foi queimado vivo e a sua mulher violada por se recusarem a abandonar o Cristianismo.

Arshed e Martha Masih são as duas mais recentes vítimas de intolerância anti-cristã no Paquistão. Ambos trabalhavam para um muçulmano influente, na zona de Rawalpindi, que lhes terá intimado a converterem-se ao Islão.

Depois de ter recusado a proposta do seu patrão, Arshed foi avisado de “duras consequências” caso continuasse a professar o Cristianismo. Então, sugeriu que ele e a esposa deixassem os seus empregos de motorista e empregada na casa de Sheikh Muhammad Sultan, onde viviam juntamente com os seus dois filhos, mas o empresário muçulmano ameaçou matá-lo se partisse.

O ataque surgiu finalmente às mãos de agentes da polícia, às portas da esquadra local. Enquanto o marido era incendiado, Martha foi violada. Os filhos, entre os 7 e os 12 anos, foram obrigados a observar toda a cena.

Arshed ficou com queimaduras em 80% do corpo, e é muito pouco provável que sobreviva. As autoridades do Governo Regional de Punjab prometem tomar medidas para prender os culpados, mas no Paquistão são poucos os cristãos que confiam na justiça nestes casos.

Este ataque surge uma semana depois da publicação do Observatório de Liberdade Religiosa no Mundo para 2009, da organização Ajuda à Igreja que Sofre. A AIS destaca o aumento da perseguição contra cristãos durante o ano transacto, e realça o Paquistão como um dos 13 onde a situação se tornou particularmente preocupante.

 

Fonte: RFM Online

publicado por Re-ligare às 13:16
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Março de 2010
Ehud Barak em fúria contra projeto de colonização em Jerusalém Oriental
Ehud Barak em fúria contra projeto de colonização em Jerusalém Oriental O ministério da Defesa israelita exprimiu hoje, em comunicado, a sua oposição ao anúncio na terça feira de um projeto de colonização em Jerusalém Oriental. “O gabinete do ministro da Defesa, Ehud Barak, exprime a sua cólera depois do anúncio (deste projeto) que perturba as negociações de paz com os palestinianos - negociações do mais alto interesse para Israel”, indica o texto. O gabinete de Barak publicou este comunicado na sequência do anúncio terça feira pelo Ministério do Interior israelita de que autoriza a construção de 1.600 habitações em Ramat Shlomo, um bairro de colonização habitado por judeus ultraortodoxos no sector oriental de Jerusalém, cuja população é maioritariamente de árabes e que foi anexado por Israel em 1967. “Fontes no Ministério da Defesa sublinham que Israel age e agiu desde há longos meses para criar a confiança entre as partes para que estas negociações possam ter início”, adianta o comunicado. O partido trabalhista de Barak tem 13 deputados que se uniram à coligação de direita do primeiro ministro Benjamin Netanyahu, nomeadamente com o objetivo de contribuir para a promoção do processo de paz com os palestinianos. Em visita à região, precisamente para relançar o processo de paz entre Israel e os palestinianos pela via de negociações indiretas, o vice presidente norte-americano, Joe Biden, condenou este projeto e acusou terça feira Israel de “minar a confiança necessária” para as negociações. O ministro do Interior israelita, Elie Yishai, do partido religioso Shass, tentou apaziguar a polémica, assegurando que esta decisão não tinha “nada a ver” com a visita de Biden e indicou que o projeto imobiliário estava planeado há três anos. Fonte: JORNAL DA MADEIRA/LUSA sofia s.
publicado por Re-ligare às 12:07
link do post | comentar | favorito
.Google Analytics
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds